Saturday, June 20, 2015

Italianice

Há alguns anos, eu fui atrás do reconhecimento da minha cidadania italiana. Finalmente ano passado consegui que isso se realizasse, eu sou agora italiana, e minha mãe, Ines Giroleti Weiden está aguardando seu reconhecimento.

No processo, acabei me interessando pelo passado da minha família. Toda família descendentes sabe que o rastro dos seus ancestrais é coberto de estórias: de bebês nascidos em barcos, de pessoas fugindo de guerra, de viagens clandestinas. Pouquíssimas vezes essas histórias são realmente verdade.

Quando fiz a minha própria cidadania, o pesquisador que contratamos encontrou os Agliardi. Porém isso era somente um pedacinho da história inteira. Os italianos que saíram da Itália e que foram pro Brasil são de 7 famílias: Agliardi, Giroletti, Ferrari, Rossoni, Mannari, Monticelli, Gemerasca. São 7 porque somos Agliardi duas vezes!

O bisavô da minha mãe chamado Carlo Rossoni, de Ciserano, se casou com Giuseppa Agliardi, de Arcene. Mesma cidade de onde vem o Agliardi avô da Dolores, Giovanni Maria Agliardi.

Nos últimos meses eu comecei a pesquisar mais sobre essas 8 pessoas. Até agora já tenho informações sobre 6 dos 8. Nossa família é Lombarda, vindos da região de Cremona e de Bergamo. São de Crema, Treviglio, Arcene, Ciserano, Casale Cremasco, e outros locais que ainda não encontrei, mas ainda estou procurando!

No final das contas, a história de que os Girolettis eram "andarilhos" era mesmo verdade, eles migraram para diversas cidades durante a vida adulta, e os 3 filhos do Giuseppe Giroletti e da Martina Bianchessi que eu encontrei nasceram cada um em uma cidade diferente. Interessante não?

Espero que outras pessoas da nossa "famiglia" se interessem por esse resgate, que tem sido uma aventura para mim. E se quiserem mais informações sobre como obter o reconhecimento da cidadania italiana, podem me perguntar a vontade!